Alejandro Valverde, campeão mundial de 2018, ultrapassou os limites regionais impostos: “Achei que podia continuar naquela estrada”.

Um dos principais nomes do ciclismo mundial na atualidade, o espanhol Alejandro Valverde foi parado logo no primeiro dia de treinos pós-quarentena. O campeão mundial de 2018, assim como todos os atletas, estava há sete semanas sem poder pedalar, e saiu no primeiro dia de flexibilização do confinamento na Espanha, no sábado, e acabou parado por um policial por ter ido mais longe do que poderia:

Eu achei que podia continuar naquela estrada, mas um policial me reconheceu, me parou e pegou meus dados. Foi o primeiro dia do confinamento que saí para pedalar e já me pararam

disse, em entrevista ao canal Eurosport.

O calendário, neste momento, está parado, e está marcado para voltar no dia primeiro de agosto. O Tour de France, por enquanto, está marcado para 29 de agosto, enquanto a Volta da Espanha tem começo no dia 20 de outubro.

Valverde é um dos principais ciclistas da atualidade, tem sete medalhas em Campeonatos Mundiais, além de ter vitórias importantes na Volta da Espanha, Giro da Itália e Tour de France. Ele estava perto da aposentadoria, mas garantiu que segue na carreira:

No momento, vamos ver como saímos disso e como estarei em 2021. Mas, se estiver com desejo e coragem, vou prolongar minha carreira por mais um ano. Agora quero aproveitar este ano e o próximo ao máximo

Completou Valverde.

Fonte: globoesporte.com

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário