Strava chega a 7,5 milhões de usuários apenas no Brasil e em sua nova atualização aposta na versão paga do aplicativo.

Mesmo com o crescimento exponencial de novos usuários decorrente da pandemia, o Strava que ainda não é lucrativo para seus investidores, lançou nesta semana uma nova atualização e entre as principais alterações está uma nova versão para os assinantes da versão paga e aposta também na segurança dos seus usuários, através do envio de notificações para outras pessoas dos locais e trajetos dos usuários.

Fundada em 2009, o Strava ainda não é lucrativo. A startup obtém sua receita através da versão paga, que sempre existiu e os desafios patrocinados, além claro dos investimentos externos.

Atualmente o Strava tem 50 milhões de usuários pelo mundo, e no Brasil já são mais de 6 milhões. No ranking mundial, o Brasil é o terceiro em número de usuários, atrás apenas dos EUA e do Reino Unido.

“É surprrendente, as pessoas estão fazendo mais exercícios”, disse Rosana Fortes, responsável pelas operações do Strava no Brasil.

Com a atualização lançada nesta segunda feira (18), a versão gratuita ficará mais simples. Já a versão paga terá as mapas atualizados e a “gameficação” do aplicativo também será reforçada, os usuários poderão comparar seus desempenhos com outros usuários nos locais onde treinam, entre diversos outros recursos.

O custo anual da versão paga é de R$ 119,90/ano ou R$ 15,90/mês, sendo que os dois primeiros meses para novos usuários serão gratuitos.

Fonte: Pra quem pedala

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário