O objetivo é que cada grupo funcione como uma “família” isolada das outras.

A equipe belga Lotto-Soudal definiu um novo plano de treinos em tempos de coronavírus. Para assegurar a segurança de seus ciclistas da ameaça de contágio do Covid-19, a equipe resolveu dividir seu time em três grupos, de acordo com as provas previstas na programação de cada atleta, principalmente o Tour de France, Giro d’Italia e Volta a Espanha.

O objetivo é que cada grupo funcione como uma “família” isolada das outras, quer em treinos, quer em competições, sendo raras as vezes que os ciclistas vão se encontrar caso não pertençam ao seu grupo original.

“Começamos a pensar em como voltar da maneira mais segura possível. Criamos uma espécie de sistema de bolhas para nossos 28 ciclistas”, explica o médico da Lotto-Soudal, Jens De Decker. “Sempre que possível, os ciclistas deverão dividir o o quarto sempre com o mesmo colega”, completa.

É claro que pode haver necessidade de mudanças, destaca o médico. “Certamente teremos de ser flexíveis. Se alguém tiver de deixar uma das bolhas e entrar em outra, a situação será precedida de todo um protocolo de testes e segurança”, continua Decker, que destaca que todos da equipe vão participar de um programa de testes Covid-19 periódicos.

“Respeitamos quem trabalhar de maneira diferente, mas esta parece ser a forma mais segura de voltarmos às competições”, completa.

Fonte: bikemagazine

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário