Quando um acidente de bicicleta acontece, cada segundo é valioso e pode salvar uma vida.

Tanto nos casos de acidentes simples, quando a pessoa se levanta e “sacode a poeira”, quanto naqueles em que ela não dá sinais de consciência, é preciso agir rápido. Quando um acidente de bicicleta acontece, cada segundo é valioso e pode salvar uma vida.

Portanto, é importante aprender agir rápido quando um parceiro cair de bicicleta, para conseguir ajudá-lo em tempo!

Mantenha a calma

Esse é a primeira coisa a ser feita em um acidente de bicicleta e que vai guiar e garantir que todos os outros em seguida tenham êxito.

Respirar fundo e se controlar vai assegurar que você fique com a cabeça fria para raciocinar e tomar as atitudes necessárias para ajudar a pessoa acidentada.

Sinalize a via

Independentemente de onde você estiver, na trilha ou no asfalto, é preciso sinalizar a via. Isso garante a segurança tanto do acidentado quanto das pessoas que passam por ali; é comum que em uma área de acidente, outro aconteça em seguida, por causa de pessoas na via e carros parados onde veículos em alta velocidade trafegam. Para isso, use algum objeto de cor aparente, como se fosse um triângulo, para chamar a atenção de quem está vindo em direção ao local do acidente. Nessa hora, vale tudo, pode ser uma camisa, ou mesmo as bikes paradas com as iluminações ligadas.

Garanta a segurança do acidentado

O acidentado precisa ficar fora do alcance do sol e da chuva, então, é ideal que ele fique na sombra. Porém, em casos de fraturas e outros em que a pessoa sente dor quando se mexe, só é possível removê-la com a chegada de uma equipe médica. No entanto, providencie barreiras para o sol ou chuva, como roupas, panos e outros artigos. Só remova mesmo a vítima se caso o espaço em que ela estiver oferecer risco para ela. Se você estiver sozinho, peça ajuda para outras pessoas no entorno, e sempre faça isso com muito cuidado.

Verifique se a pessoa esta consciente

Veja se o acidentado está consciente e sabe o está acontecendo ou tem dificuldades como confusão mental, visão dupla, ou outro sintoma. Pergunte para a pessoa quem ela é, o que estava fazendo antes de cair, se conhece você, qual é o endereço de casa… Esses e outros questionamentos verificam a lucidez da pessoa.

Cheque o sinais vitais do ciclista

Principalmente nos casos de quedas e acidentes em que a pessoa fica no chão imobilizada, cheque os sinais vitais dela. E isso vale mesmo depois de fazer os outros procedimentos. O primeiro passo é checar a pulsação, que pode ser conferida no pulso, com os dedos indicador e médio apoiados nele. Os batimentos também podem ser checados no pescoço, com os mesmos dedos sobre a veia carótida. Já a outra checagem é a de respiração, que é feita com a mão apoiada sobre o peito da pessoa, para sentir se há o movimento de inflação e contração.

Procure por socorro

Mesmo que haja um médico no grupo do pedal, ou você seja esse profissional, às vezes é preciso recorrer a um suporte imediato para levar o acidentado a um hospital. Nesses casos, ligue para o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar ou o SAMU, de acordo com a sua cidade.

Junto a esse tópico, é essencial que você tenha um celular para conseguir se comunicar com esses órgãos. Ainda, se caso o lugar em que vocês estejam seja distante, recorra ao GPS e pegue as coordenadas para repassar ao atendente durante a ligação. O uso de tecnologias facilita ainda mais a solução de emergências como os acidentes de bicicleta. Por isso, é importante usar mais essa ferramenta, além de seguir todos os outros passos acima, para garantir eficiência em urgências.

Fonte: https://blog.bikeregistrada.com.br/acidente-de-bike-o-que-fazer-seu-eu-ou-um-amigo-se-acidentar/

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário