Frio e calor são terapias que servem para controlar o fluxo sanguíneo, e são ótimas para ajudar em lesões e pancadas causadas no ciclismo.

O frio exerce um efeito vasoconstritivo, reduzindo a quantidade de sangue e, portanto, inflamação e dor, mas também endurece a área afetada.

O calor faz o contrário: mais sangue chega à área dolorida e com mais nutrientes e oxigênio, além de “arrastar” os resíduos (toxinas, anticorpos, glóbulos brancos …).

Uma dica simples: se você quiser descansar, coloque gelo e, se precisar permanecer ativo, aplique calor.

Confira abaixo na tabela os benefícios de cada um e como podem ser administrados no ciclismo:


FRIO
QUENTE
Em geral10 minutos depois de andar de bicicleta20 minutos antes
Após a lesão  Durante as primeiras 24 ou 48h, por 20 minutos com intervalos (frio, repouso, frio, etc.), várias vezes ao dia e logo que possível após a lesão20 minutos, 24h após uma lesão leve ou
48h após uma lesão aguda
Como aplicar  Enrole o gelo em um pano ou toalha. Você também pode massagear suavemente a área com gelo.Coloque a bolsa térmica na área afetada, sem peso ou pressão
    PrecauçõesNão aplique diretamente na pele por mais de 20 minutosNão aplicar em áreas com feridas ou queimaduras

Você também pode combinar os dois modos. 48 h após a lesão, alterne com uma sessão de 10 minutos (2 minutos água fria, 2 minutos água quente, e assim por diante). Esse método permite controlar a inflamação (com a água fria), enquanto ativa a circulação sanguínea com o calor.

Fonte: https://www.mountainbike.es/entrenamiento-mtb/entrenamiento/aplicar-frio-calor-recuperar_55844_102.html

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário