Avancini e o francês Maxime Marrote, seu companheiro de equipe, dominaram a prova.

Após um longo período sem competir no Exterior, o brasileiro Henrique Avancini voltou a vencer na Europa. Em sua primeira prova UCI em cinco meses, o campeão brasileiro, número 2 do ranking mundial, que integra a equipe Cannondale Factory Racing, venceu no sábado (29 de agosto) etapa da Strabag Cup, na República Tcheca, do calendário da UCI Junior Series.

Avancini e o francês Maxime Marrote na disputa

“De volta às competições na Europa, com a Strabag Cup em Brno. De volta às vitórias”, celebrou Avancini nas redes sociais. “Gratidão enorme por estar na linha de largada hoje. A melhor forma de honrar as oportunidades que Deus nos concede na vida é aproveitar a chance ao máximo”, escreveu. A prova também marcou o retorno do alemão Manuel Fumic, companheiro de Avancini nas ultramaratonas Cape Epic e Brasil Ride, entre outras, que se acidentou em um treino, teve fraturas e passou por cirurgia em junho. “Grande dia para a equipe.”

Avancini e o francês Maxime Marrote, seu companheiro de equipe, dominaram a prova. O brasileiro venceu com 24 segundos de vantagem sobre o francês. O italiano Nadir Colledani ficou em 3º, a mais de 1 minuto. O espanhol Pablo Rodriguez e o alemão George Egger completaram o pódio.

Caso a programação se mantenha, no final de setembro Avancini disputará, também na República Tcheca, etapa dupla da Copa do Mundo de MTB. O programa intenso, entre 29 de setembro e 4 de outubro, inclui short track e XCO. Na semana seguinte, entre 7 e 11 de outubro, será o Campeonato Mundial de MTB, em Leogang, na Áustria, previsto anteriormente para ser realizado em Albstadt, na Alemanha.

Avancini começou 2020 mostrando boa forma em fevereiro ao vencer a Copa Catalana Internacional BTT, a Super Cup Massi de Banyoles, na Espanha, uma das corridas mais clássicas do mountain bike mundial. Antes, junto com o parceiro Fumic, venceu duas das quatro etapas da Tankwa Trek, na África do Sul, importante preparação para a ultramaratona Cape Epic.

Mas veio a pandemia e a frustração pelo cancelamento em cima da hora da Cape Epic. O brasileiro voltou para casa, em Petrópolis (RJ) e, nas primeiras semanas de quarentena, também acompanhou o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, um dos seus principais objetivos do ano.

Fonte: Bike Magazine

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário