A etapa mais longa do Tour 2020, com 218 km, entre Chauvigny e Sarran, homenageou o falecido Raymond Poulidor, oito vezes pódio do Tour , enquanto o pelotão percorria sua cidade-natal, Saint-Léonard-de-Noblat.

Marc Hirschi (Sunweb) garantiu sua primeira conquista no Tour de France depois de faturar uma vitória solo na 12ª etapa, nesta quinta-feira (10 de agosto), em Sarran. O jovem suíço atacou e seguiu sozinho os últimos 25 quilômetros ondulados do percurso e cruzou a meta com 47 segundos de vantagem sobre Pierre Rolland (B&B Hotels-Vital Concept), que acelerou e deixou o grupo de perseguição para trás. Søren Kragh Andersen, companheiro de equipe de Hirschi, terminou em 3º.

O jovem suíço no final da etapa

Hirschi fez parte dos ataques decisivos na penúltima subida do dia, o Côte de la Crouz du Pey, que formou a principal fuga do trecho final. Depois, acelerou no Suc au May e deixou seus companheiros escapados Marc Soler (Movistar) e Max Schachmann (Bora-Hansgrohe) para trás. Soler e Schachmann foram alcançados pelo próximo grupo de perseguição, liderado por Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep), mas o grupo não estava organizado o suficiente para buscar Hirschi.

Esta foi a terceira fuga do suíço no Tour de France, mas seu primeiro sucesso após seus ataques em Nice na 2ª etapa e em Laruns na 9ª etapa. “É inacreditável, estive perto duas vezes. Eu fui a toda até os últimos 200 metros porque não estava acreditando que ia conseguir, já que o grupo de perseguição estava muito próximo”, disse Hirschi, que também venceu o prêmio de mais combativo do dia. “Somente nos últimos três quilômetros eu acreditei. Esta é minha primeira vitória profissional e é no Tour. É como um sonho. ”

A etapa mais longa do Tour 2020, com 218 km, entre Chauvigny e Sarran, homenageou o falecido Raymond Poulidor, oito vezes pódio do Tour , enquanto o pelotão percorria sua cidade-natal, Saint-Léonard-de-Noblat.

Na classificação geral, Primoz Roglic (Jumbo-Visma) manteve a camisa amarela e os 21 segundos de vantagem sobre Egan Bernal (Ineos Grenadiers), o 2º colocado. Guillaume Martin (Cofidis) manteve o 3º lugar, a 28 segundos.

Durante a etapa, o pelotão liderado pela equipe Bora-Hansgrohe de Peter Sagan avançou em um esforço para pegar alguns pontos adicionais para a classificação da camisa verde depois que o eslovaco foi rebaixado e perdeu pontos durante o sprint da etapa 11 em Poitiers.

Mas o atual líder da classificação por pontos, Sam Bennett (Deceuninck-QuickStep), manteve a camisa verde depois de conquistar nove pontos à frente do companheiro de equipe Michael Mørkøv, enquanto Sagan somou sete pontos e Matteo Trentin (CCC) pegou seis.

Benoit Cosnefroy (AG2R La Mondiale) manteve a liderança de montanha e Bernal a da classificação de melhor jovem.

TOP 10 DA ETAPA 12

1 Marc Hirschi (Sui) Team Sunweb 05:08:49
2 Pierre Rolland (Fra) B&B Hotels-Vital Concept 00:00:47
3 Søren Kragh Andersen (Din) Team Sunweb 00:00:52
4 Quentin Pacher (Fra) B&B Hotels-Vital Concept 00:00:52
5 Jesus Herrada (Esp) Cofidis 00:00:52
6 Maximilian Schachmann (Ale) Bora-Hansgrohe 00:00:52
7 Hugo Houle (Can) Astana Pro Team 00:00:52
8 Sébastien Reichenbach (Sui) Groupama-FDJ 00:00:52
9 Kenny Elissonde (Fra) Trek-Segafredo 00:00:56
10 Nicolas Roche (Irl) Team Sunweb 00:00:56

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL

1 Primoz Roglic (Slo) Team Jumbo-Visma 51:26:43
2 Egan Arley Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers 00:00:21
3 Guillaume Martin (Fra) Cofidis 00:00:28
4 Romain Bardet (Fra) AG2R la Mondiale 00:00:30
5 Nairo Quintana (Col) Team Arkea-Samsic 00:00:32
6 Rigoberto Uran (Col) EF Pro Cycling 00:00:32
7 Tadej Pogacar (Slo) UAE Team Emirates 00:00:44
8 Adam Yates (GBr) Mitchelton-Scott 00:01:02
9 Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Astana Pro Team 00:01:15
10 Mikel Landa Meana (Spa) Bahrain McLaren 00:01:42

Fonte: Bike Magazine

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário