Mundial de e-MTB foi disputado nesta quarta-feira (7 de outubro), em Leogang, na Áustria.

O britânico Thomas Pidcock, de 21 anos, venceu o Mundial de e-MTB, disputado nesta quarta-feira (7 de outubro), no primeiro dia de competições em Leogang, na Áustria. Com a chuva que atingiu a região, o circuito estava enlameado e o vencedor cruzou a meta praticamente coberto pela lama.

No segundo ano da modalidade no calendário UCI, o britânico, que vai integrar a equipe Ineos em 2021, chegou como um dos nomes fortes depois de vencer em agosto o Giro d’Italia Sub 23 e a Copa do Mundo de MTB da categoria Sub 23 em Nove Mesto, na República Tcheca, no final de semana passado.

O francês Jerome Gilloux, que foi o segundo no ano passado, lutou forte e largou na ponta. Manteve a liderança até a 4ª das cinco voltas, mas Pidcock o ultrapassou na volta final e cruzou sozinho, com vantagem de 35 segundos. O dinamarquês Simon Andreassen, que venceu a primeira rodada do XCO da Copa do Mundo, foi o 3º, a 41 segundos.

A prova contou com dois brasileiros: Albert Morgen, que terminou em 25º, e Erick Bruske, que não completou a prova.

O Mundial de e-MTB contou ainda com a presença de nomes que já fizeram história no esporte, como o francês Julian Absalon (que não terminou), o italiano Marco Fontana (que terminou em 22º) e o belga Sven Nys (que terminou em 19º).

Na disputa das mulheres, a vencedora foi a francesa Melanie Pujin. As suíças Katrin Stirnemnn e Nathalie Schneitter ficaram em 2º e 3º.

TOP 5

Thomas Pidcock (Grã-Bretanha) 1:01:41
Jerome Gilloux (França) +35 ”
Simon Andreassen (Dinamarca) +41 ”
Martino Fruet (Itália) + 1,21´
Joris Ryf (Suíça) + 1,16´

Fonte: Bike Magazine

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário