Portugal viveu um dia de glória neste domingo (11 de outubro) na nona etapa do Giro d’Italia. Depois de andar em uma fuga por mais de 150km, Ruben Guerreiro (EF Pro Cycling) conquistou a vitória na chegada ao alto deste Giro, com 4 mil metros de ascensão. Na classificação geral, seu compatriota – e amigo pessoal – João Almeida (Deceuninck-Quickstep) foi o 19º colocado, suficiente para manter a camisa rosa de líder da classificação geral individual e a camisa branca de líder entre os ciclistas jovens.

“Finalmente, que grande satisfação pessoal depois de tantos segundos lugares. Eu e minha equipe merecíamos esta vitória. Foi muito difícil entrar na fuga e é extraordinário vencer”, contou o ciclista de 26 anos que venceu pela primeira vez uma etapa de um Grand Tour. Guerreiro é o segundo português a vencer uma etapa do Giro, depois de Acácio Silva, que venceu cinco etapas entre os anos 1985 e 1989.

Com o desempenho na longa fuga, Guerreiro assumiu a camisa azul, de líder de montanhas, com 84 pontos contra 76 de Giovanni Visconti (Vini Zabu-KTM).

Sob chuva e frio, Guerreiro completou os 208km entre San Salvo e Roccaraso em 5h41min20s, a uma velocidade média de 36,5km/h. Na segunda colocação ficou o espanhol Jonathan Castroviejo (Ineos), que cruzou a 8 segundos do português, e o dinamarquês Mikkel Bjerg (Emirates) completou o pódio, 58 segundos mais atrás.

A classificação geral teve alterações sutis entre os líderes. Almeida perdeu 18 segundos para o holandês Wildo Kelderman (Sunweb), que por sua vez desbancou o espanhol Pello Bilbao (Bahrein-McLaren) e assumiu a vice-liderança, a 30 segundos de Almeida. Bilbao é agora o terceiro a 39 segundos.

Entre os italianos, Domenico Pozzovivo (NTT), assumiu a quarta colocação geral, a 53s, e Vincenzo Nibali (Trek-Segafredo) ganhou 4 segundos e manteve a quinta colocação, a 57s do líder. O dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana Pro Team) subiu uma posição na geral e agora é o sexto colocado, a 1min01s.

A liderança da classificação por pontos segue com o francês Arnaud Demare (Groupama-FDJ), com Peter Sagan em segundo. Na classificação de jovens, a liderança segue com João Almeida, com o belga Harm Vanhoucke (Lotto-Souldal) em segundo, a 1min02s.

A Ineos-Grenadiers mantém a liderança na classificação de equipes com 11min44s sobre a Deceuninck-QuickStep.

TOP 10 DA ETAPA

1 Ruben Guerreiro (Por) EF Pro Cycling – 5h41min20s
2 Jonathan Castroviejo Nicolas (Esp) Ineos Grenadiers – a 8s
3 Mikkel Bjerg (Din) UAE Team Emirates – a 58s
4 Kilian Frankiny (Sui) Groupama-FDJ – a 1:16
5 Lawrence Warbasse (EUA) AG2R la Mondiale – mt
6 Tao Geoghegan Hart (GBr) Ineos Grenadiers – a 1:19
7 Lucas Hamilton (Aus) Mitchelton-Scott – a 1:32
8 Wilco Kelderman (Hol) Team Sunweb – a 1:38
9 Jakob Fuglsang (Din) Astana Pro Team – mt
10 Jai Hindley (Aus) Team Sunweb – mt
19 João Almeida (Por) Deceuninck-Quickstep – a 1:56

TOP 10 DA GERAL

1 João Almeida (Por) Deceuninck-Quickstep – 35h35min50s
2 Wilco Kelderman (Hol) Team Sunweb – a 30s
3 Pello Bilbao (Esp) Bahrain McLaren – a 39s
4 Domenico Pozzovivo (Ita) NTT Pro Cycling – a 53s
5 Vincenzo Nibali (Ita) Trek-Segafredo – a 57s
6 Jakob Fuglsang (Din) Astana Pro Team – a 1:01
7 Harm Vanhoucke (Bel) Lotto Soudal – a 1:02
8 Patrick Konrad (Aut) Bora-Hansgrohe – a 1:11
9 Jai Hindley (Aus) Team Sunweb – a 1:15
10 Rafal Majka (Pol) Bora-Hansgrohe – a 1:17

Fonte: Bike Magazine

Sobre o autor

Avatar

Imprensa FPC

Deixe um comentário